descubra-quais-sao-os-principais-indicadores-hoteleiros-e-como-utiliza-los

Descubra quais são os principais Indicadores Hoteleiros e como utilizá-los

Utilizar indicadores hoteleiros para acompanhar o desenvolvimento do seu negócio pode contribuir e muito na atenuação dos efeitos da crise no setor.  

Seja na sua estratégia de marketing ou na otimização de suas vendas, esses indicadores hoteleiros fornecem métricas importantes que contribuem para tomada de decisões de maneira mais assertiva e estratégica, principalmente, neste cenário de incertezas. 

No entanto, muitos hotéis ainda não sabem quais esses indicadores e como eles devem ser calculados. 

Neste artigo iremos explorar os principais indicadores da hotelaria e ajudar você a gerenciar os dados coletados com maestria. Confira! 

Por que utilizar indicadores hoteleiros?

Efetuar a gestão de um hotel não é uma tarefa tão simples. Principalmente com a crise que atinge o setor hoteleiro, é preciso garantir as melhores estratégias para que seu negócio consiga compreender o real estado dessa situação. 

Realizando o acompanhamento constante e periódico dos indicadores, é possível descobrir os problemas logo que surjem, podendo executar ações imediatas a fim de evitar contratempos ainda maiores. Além de auxiliar a compreender o resultado das ações utilizadas. 

Diante disso, gestor conseguirá mensurar o desempenho do hotel de maneira mais assertiva e tornar a administração mais eficiente. Mas, afinal, quais são os principais Indicadores Hoteleiros? Descubra a resposta para essa pergunta no tópico a seguir.

Principais indicadores hoteleiros

Agora que vimos porquê os indicadores hoteleiros são importantes, vamos conhecer os principais. Confira: 

  • Taxa de ocupação 

Trata-se do percentual de unidades ocupadas em relação ao total que é oferecido pelo local. Ou seja, ele representa o quão ocupado o hotel se encontra.  

Por meio desse indicador, é possível mensura o desempenho em diferentes períodos, o que seria excelente para a produção de estratégias promocionais. O cálculo deve ser feito da seguinte forma: 

Taxa de ocupação (%) = quartos ocupados / quartos disponíveis / período (em dias) x 100 

Portanto, um hotel que possui 120 quartos que registrou 2.500 diárias no mês teve uma taxa de ocupação igual a 69,44%. 

Taxas de ocupação (%) = 2.500 / 120 / 30 x 100 

Taxa de ocupação = 69,44% 

  • Taxa média diária (ADR) 

Consiste em um dado importante para o planejamento orçamentário do hotel e pode ajudar a realizar um reajuste no valor das diárias.  

A fórmula para calculá-lo é: 

Diária média = receita total do período / diárias vendidas no período 

  • RevPAR 

O Revenue Per Available Room (RevPAR) é um indicador de performance básico que leva em consideração apenas a receita gerada pelos quartos do hotel. 

Para calculá-lo, é preciso dividir o total da receita de hospedagem pelo número de quartos disponíveis. Outra opção é multiplicar o valor da diária média pela taxa de ocupação do hotel em determinado período. 

Trata-se de um KPI importante, porém limitado. Ainda mais quando se proliferam os chamados serviços adicionais para conquistar e agradar os hóspedes. 

  • TrevPAR 

A receita total por quarto disponível, ou TRevPAR, é um KPI usado exclusivamente no mercado hoteleira para avaliar os resultados de negócios. Ele se concentra na avaliação da a receita total gerada pelos quartos alugados, e o espaço disponível.  

Quando utilizado, ele pode desempenhar um papel importante em uma estratégia de gerenciamento de receita e pode fornecer uma visualização instantânea do desempenho geral da propriedade. 

  • Taxa de cancelamento de Reservas 

Esse indicador é responsável por mostrar a quantidade de pessoas que cancelaram a reserva no seu hotel.  

Isso é muito importante para analisar o panorama desse problema e suas possíveis causas. 

Se a taxa de cancelamento é muito alta, é necessário ativar um sinal de alerta e pensar em alternativas para esse problema. 

Como administrar os dados coletados ?

A fim de garantir o sucesso na aplicação dessas métricas, é necessário que você saiba como realizar a gestão dos dados coletados de maneira assertiva.  

Pensando nisso, separamos algumas dicas e orientações que ajudarão você a descobrir a melhor maneira de trabalhar com dados no segmento hoteleiro e como utilizar essas informações para otimizar os seus resultados. Vamos lá! 

1. Adoção da estratégia Data driven 

No cenário atual, não é mais admissível que um gestor permeie suas decisões com base em análises subjetivas. 

E não se trata apenas de captar dados, é preciso mensurar a qualidade dessas informações para o seu negócio. 

É justamente por isso que a gestão data driven, é uma excelente opção para que a captação dos seus dados, pois possibilita que o hotel responda às mudanças e às demandas do público, obtendo dados concretos e permitindo que o empreendimento tenha uma visão diferenciada e próxima do mercado e do que os seus hóspedes desejam.   

Leia nosso artigo completo sobre o tema e saiba como iniciar uma estratégia de Data drive na gestão do seu hotel.  

2. Utilização de ferramentas 

Tanto a coleta quanto a mensuração de dados são tarefas complexas e que podem levar muito tempo se realizadas manualmente. Em decorrência disso, o hotel pode explorar ferramentas digitais para o auxiliar. 

Essas ferramentas tem a habilidade de gerar relatórios personalizados para os gestores e uma compilação precisa de dados, potencializando, assim a gestão do seu hotel. 

Quando indagamos essas ferramentas, estamos dizendo de sistemas de operações, como: 

  • Channel Manager: Uma das vantagens de um channel manager é justamente os relatórios avançados que podem ser fornecidos pela ferramenta. Os melhores sistemas fornecem não só um acompanhamento do histórico das vendas ou da ocupação de quartos, mas permitem a visualização desses dados em tempo real. Esse tipo de informação possibilita, por exemplo, maior segurança e flexibilidade no momento de realizar alguma alteração na política de preços em respostas às condições dinâmicas apresentadas pelo mercado. 
  • Businees Intelligente: processos de coleta e análise de dados com o objetivo de fornecer informações estratégicas para um negócio. Para realizar esses processos, são empregadas ferramentas tecnológicas que armazenam, categorizam e processam os dados, dispondo os resultados de análises em painéis e gráficos de fácil compreensão. 
  • Revenue Management: também conhecido como gerenciamento de receita é uma metodologia que, por meio de técnicas que envolvem a precificação, a oferta e a demanda, ajuda a maximizar as receitas do seu hotel.

3. Aperfeiçoamento da equipe 

Visando obter melhores resultados, é necessário que a equipe do hotel esteja devidamente capacitada para manusear os sistemas e as ferramentas de dados adquiridas. 

Por isso, certifique-se de que sua equipe detém esse conhecimento e se caso for necessário, propicie treinamento para orientar os colaboradores na execução desses processos, diminuindo os erros e aumentando a potencialidade de seus serviços. 

 4. Segmentação dos dados 

As reservas de hotéis são hoje feitas por diferentes meios e canais, de acordo com a praticidade e a preferência do cliente. Tal cenário é muito favorável ao aumento de receitas dos estabelecimentos, mas traz para o negócio um grau de complexidade maior na gestão. Nesse contexto, a segmentação de dados pode contribuir e facilitar o gerenciamento do que chamamos omnichannel, ou diversos canais. 

 5. Procedimento padrão para coleta de dados 

A adoção de um procedimento padrão para a coleta de dados possibilita que as informações adicionadas nos sistemas sejam muito mais confiáveis e fáceis de serem utilizadas pelos colaboradores. 

Assim, todos as áreas do seu hotel (marketing, vendas, recepção etc.) conseguirão captar, estruturar, processar e analisar as informações na base de dados, devidamente. 

 6. Mantenha os dados sempre atualizados 

Fazer uma atualização constante para garantir que as informações guardadas estão corretas. Isso evitará inconsistências e anomalias na sua gestão de dados. 

Agora que você já sabe quais são os indicadores hoteleiros que precisam ser acompanhados, basta atentar a cada um deles, medir com frequência e aproveitar os bons resultados! 

Conheça os Indicadores de Mercado da Omnibees  

Este relatório é uma das medidas de apoio ao mercado hoteleiro adotados pela Omnibees. Com atualização diária, este relatório irá acompanhar o impacto do Covid-19 (novo coronavírus) em 3.000 hotéis do Brasil através de dois indicadores: 

  • Variação do Cancelamento: compara o volume de reservas canceladas semanalmente com o mesmo período do ano anterior (2020 vs 2019), gerando um índice percentual da variação.  
  • Variação de Reservas: compara o volume de reservas emitidas semanalmente com o mesmo período do ano anterior (2020 vs 2019), gerando um índice percentual da variação.  

 Acesse agora relatório através deste link. 

 

Deixe uma resposta:

O seu email não será publicado