Como garantir a segurança dos dados do hóspede?  - Omnibees
<b>Como garantir a segurança</b> dos dados do hóspede? 

Como garantir a segurança dos dados do hóspede? 

Com a automação dos processos e com uso cada vez maior da tecnologia a proteção de dados tornou-se prioridade.
line line

Com a automação dos processos e com uso cada vez maior da tecnologia na relação hóspede-hotel alguns fatores se tornaram prioridades na gestão do estabelecimento, como a proteção de dados.  

Separamos neste artigo algumas dicas para a proteção dos dados do hóspede sem que ocorra a quebra de confiança. Confira: 

Setores mais expostos da proteção de dados na hotelaria 

Abaixo seguem algumas informações que merecem a atenção mais urgente. Veja:  

Práticas eficazes para segurança hoteleira  

1. Informe o hóspede todo e qualquer movimentação de informações 
ㅤ 

Um dos compromissos que seu hotel pode ter é o de deixar seu público a par de todas as movimentações referentes aos seus dados. Transações com o compartilhamento desses dados, por exemplo, deverão ter o consentimento do hóspede para acontecer.  

2. Estabeleça um procedimento padrão para coleta de dados  

A adoção de um procedimento padrão para a coleta de dados possibilita que as informações adicionadas nos sistemas sejam muito mais confiáveis e fáceis de serem utilizadas pelos colaboradores.  

Assim, todos as áreas do seu hotel (marketing, vendas, recepção etc.) conseguirão captar, estruturar, processar e analisar as informações na base de dados, devidamente.  

3. Ofereça treinamento em segurança hoteleira  

Não saber como operar equipamentos, sistemas e aplicativos coloca em risco a segurança da informação. E o desconhecimento de técnicas de proteção, também.  

Por isso, proporcionar treinamentos nas novas tecnologias e/ou recursos de segurança hoteleira para toda equipe, mesmo os departamento que não têm envolvimento direto com a criação e manuseio da base de dados do hotel, é uma boa prática.  

4. Proteja as redes internas da propriedade  

Utilize tecnologias e soluções Wi-Fi mais recentes — chamadas IPS (Intrusion Prevention Systems) — elas identificam atividades potencialmente maliciosas e as bloqueiam automaticamente. Tudo sem intervenção humana.  

Além disso, certifique-se de separar as redes sem fio usadas pelos hóspedes daquelas de uso interno, como por funcionários e/ou sistemas de computadores de propriedade.   

Dependendo do porte do hotel, vale a pena considerar a parceria com uma consultoria de TI e / ou empresa de gerenciamento.  

5. Faça cópias de segurança  
ㅤ 

O tão conhecido backup — ou cópia de segurança — é um mecanismo fundamental para garantir a disponibilidade da informação, caso as bases onde a informação esteja armazenada sejam danificadas ou roubadas.  

O backup pode ser armazenado em dispositivos físicos — servidores de backup, CD, pendrive, HD externo — ou em nuvem.  

O mais importante é que haja pelo menos duas cópias das bases de dados, armazenadas em locais distintos da instalação original. Ou seja, ambas guardadas em locais seguros fora do prédio da sua empresa.  

6. Detecte vulnerabilidades de hardware e software  
ㅤ 

Os hardwares — e os sistemas e aplicativos — softwares — passam por evolução tecnológica contínua e precisam ser substituídos periodicamente. E a sua aquisição leva em conta os aspectos técnicos e de qualidade, não podendo se nortear apenas pelo quesito preço.  

Por isso, sempre que você adquirir uma nova tecnologia, defina uma “vida útil” para que você possa fazer o orçamento pensando em substituições ao longo do tempo. Dessa forma, você define as expectativas e pode levar seu cronograma de substituição ao orçamento de longo prazo.  

Também é importante manter todos os computadores atualizados usando os patches de segurança mais recentes oferecidos pelo próprio sistema operacional (Microsoft, Apple etc.), bem como qualquer software que eles possam ter instalado.  

Para não perder nenhum conteúdo, nos acompanhe nas redes:

Assine nossa
Newsletter